2019-09-13

Existem situações em que arrancar o dente é necessário


Receber a notícia da extração de um dente é algo perturbador para muitas pessoas.

Entretanto, existem casos em que a retirada do dente problemático é a solução mais indicada.

"Fraturas dentárias e cáries que atingem a coroa ou a raiz do dente; doenças periodontais; trauma oclusal; e infecção de canal com destruição óssea são alguns exemplos de problemas graves que podem levar à perda dental", afirma o dentista Paulo Coelho Andrade.

Portanto, são situações em que o dente realmente não pode ser salvo e ele ainda traz risco para a saúde bucal como um todo.

Veja também: SAÚDE BUCAL: Por que devemos extrair o dente siso?


O especialista conta que a extração se torna irreversível quando o periodonto – conjunto de tecidos que sustentam os dentes – fica incapaz, mecanicamente, de manter a arcada estável, apresentando uma mobilidade severa, principalmente durante a mastigação.

O dentista lembra que o pós-operatório da extração dentária, como qualquer outro procedimento, requer cuidados para que não ocorram complicações:

° Não fazer bochechos
°Evitar alimentos quentes
° Não praticar esportes
° Evitar a exposição excessiva ao Sol

Ele alerta que pelo menos durante os três primeiros dias após a retirada do dente, é interessante manter repouso pelo maior tempo possível, comer alimentos líquidos ou pastosos, em temperatura mais baixa, e se hidratar bastante.

Após a remoção dentária, é necessário substituir os espaços vazios por dentes artificiais, uma vez que a mastigação deficiente compromete a qualidade de vida do paciente.

° www.revistaencontro.com.br




Share:

Artículos relacionados

Comentarios

Disqus

Disqus comments:


Facebook

Facebook comments:

No hay comentarios:

Publicar un comentario